Os 3 principais livros de Paul Preston

Livros Paul Preston

Como se costuma dizer entre o jocoso e o verdadeiro, ao lado do dicionário de significado do hispanismo deve aparecer o rosto de Paul Preston. Porque, como historiador (e justamente com maior zelo nesta vertente crónica do hispânico), este autor inglês investigou e finalmente recolheu e divulgou ...

Continue lendo

Inventário de algumas coisas perdidas, Judith Schalansky

Inventário de algumas coisas perdidas

Não há mais paraísos do que os perdidos, como diria John Milton. Nem coisas mais valiosas do que aquelas que você não tem mais, nem pode observar. As verdadeiras maravilhas do mundo então são mais aquelas que acabamos perdendo ou destruindo do que aquelas que hoje seriam inventadas como tais, acrescentando ...

Continue lendo

A Arte da Guerra Entre Empresas, de David Brown

A arte da guerra entre empresas

Sun Tzu escreveu seu livro "A Arte da Guerra" no século XNUMX aC. Muitas batalhas depois, e do século XNUMX até hoje, os novos conflitos de aplicação das artes boas ou más são disputados entre multinacionais ou corporações estatais. Em seguida, passamos para a arte de ...

Continue lendo

A Casa Eterna, de Yuri Slezkine

A casa eterna

Uma canção de Def com Dos questionava retoricamente quem teria traduzido os discursos de Lenin. Deve ter havido algum culpado naquele desastre que foi a implantação do comunismo. E é que sim, além da paródia musical algo deu errado, completamente errado. Primeiro porque eu sei ...

Continue lendo

M. O homem da providência, de Antonio Scurati

M. O homem da providência

A experiência mostra que a providência é esperada nos tempos mais sombrios do mundo. Como a chuva de grandes tempestades, pouco antes de os raios caírem. Nada melhor do que um bom populismo capaz de se apresentar como campeão do melhor futuro para que essa estranha fé acabe ...

Continue lendo

3 melhores livros de Henry Kamen

escritor Henry Kamen

Há dias estranhos para trabalhar como um hispanista de prestígio. E apesar disso, caras como Paul Preston, Ian Gibson ou Henry Kamen insistem em continuar a focar em uma história que, se fosse por outros testamentos inclinados à mentira, lenda negra ou interesse etnocêntrico, acabaria sendo totalmente desestruturada. ...

Continue lendo

A Tentação do Caudillo, de Juan Eslava Galán

A tentação do caudilho

Ziguezagueando entre os grandes romances históricos e as obras informativas, Juan Eslava Galán sempre desperta grande interesse entre os leitores, o interesse do autor temperado por uma bibliografia tão extensa quanto brilhante. Nesta ocasião, Eslava Galán aproxima-nos de uma fotografia conhecida. Aquele com os dois ditadores caminhando ...

Continue lendo

Notre Dame, de Ken Follet

Notre Dame, de Ken Follet

Talvez este livro seja um dos poucos bons para escolher o que foi um dos grandes acidentes do que fomos no século XXI. Ken Follett pararia qualquer coisa que estivesse fazendo para nos oferecer um livro escrito a partir do sentimento terrível de grande perda. Porque além ...

Continue lendo

Vozes de Chernobyl, de Svetlana Aleksievich

vozes de chernobyl

O abaixo assinado tinha 10 anos em 26 de abril de 1986. A data fatídica em que o mundo estava olhando para o desastre nuclear mais certo. E o engraçado é que não foi uma bomba que ameaçou consumir o mundo numa Guerra Fria que continuou ...

Continue lendo

The Dark Age, de Catherine Nixey

livro-a-era-do-crepúsculo

E quando Jesus morreu em sua cruz, o dia se transformou em noite. Mito ou eclipse? para reduzir o assunto a um ponto engraçado. A questão é que não pode haver metáfora melhor para considerar que o nascimento do Cristianismo, aos pés da cruz, adquiriu aquele mesmo tom sombrio ...

Continue lendo

erro: Sem cópia