Os 3 melhores livros de Ildefonso Falcones

escritor-ildefonso-falcones

Máximas e frases populares devem ser sempre tomadas como orientação, em qualquer aspecto a que se apliquem. Digo isto porque o facto de ser mais difícil ficar do que chegar serviria o caso de Ildefonso Falcones. Ele chegou, chegou ao cume e, apesar da dificuldade de manter a atenção...

Continue lendo

Os 3 melhores livros de Luis Zueco

Livros de Luis Zueco

Conheci Luis Zueco em um tórrido e Zaragoza 23 de abril há alguns anos. Os leitores de Dizzy passaram pelo Paseo Independencia entre tantos livros exibidos naquele radiante dia de São Jorge. Alguns solicitaram a assinatura do rigor enquanto outros observaram do outro lado caso ...

Continue lendo

Livros que você precisa ler antes de morrer

Os melhores livros da história

Que título melhor é simplesmente… leve, leve e sibilantemente pretensioso do que este? Antes de morrer, sim, poucas horas antes de ouvi-lo, você pegará sua lista de livros essenciais e riscará o best-seller de Belén Esteban que fecha o círculo de leitura da sua vida... (era uma piada, uma piada macabra e sangrenta) Não...

Continue lendo

O Mágico do Kremlin, de Giuliano da Empoli

livro o feiticeiro do kremlin

Para entender a realidade é preciso percorrer um longo caminho até a origem. A evolução de qualquer evento mediado pelo homem sempre deixa pistas a serem descobertas antes de atingir o epicentro do furacão de tudo, onde uma calmaria ininteligível dificilmente pode ser apreciada. As crônicas erigem mitos e suas…

Continue lendo

Os 3 principais romances históricos de Ken Follett

Na época, escrevi minha entrada sobre os melhores livros de Ken Follett. E a verdade é que, com meu gosto por ir contra a corrente, acabei montando três grandes tramas que desviaram a visão geral das obras mais conhecidas do grande escritor galês dos últimos tempos. Mas com o…

Continue lendo

Os anos de silêncio, de Álvaro Arbina

Os anos de silêncio, Álvaro Arbina

Chega um momento em que o imaginário popular é invadido por circunstâncias lamentáveis. Na guerra não há lugar para lendas além da dedicação à sobrevivência. Mas sempre há mitos que apontam para outra coisa, para uma resiliência mágica diante do futuro mais infeliz. Entre …

Continue lendo

Fantasia Alemã, de Philippe Claudel

Fantasia Alemã, Philippe Claudel

As histórias de guerra compõem o cenário mais noir possível, aquele que desperta aromas de sobrevivência, crueldade, alienação e uma esperança remota. Claudel compõe esse mosaico de histórias com uma diversidade de focos dependendo da proximidade ou distância com que cada narrativa é vista. A narrativa curta tem aquela…

Continue lendo

Os 3 melhores livros de Santiago Posteguillo

Livros de Santiago Posteguillo

Provavelmente, o escritor espanhol mais original de romances históricos é Santiago Posteguillo. Em seus livros encontramos narrativa histórica pura, mas também podemos desfrutar de uma proposta que vai além dos fatos históricos para mergulhar na história do pensamento ou da arte ou da literatura. A originalidade ...

Continue lendo

A menina da leitura, de Manuel Rivas

Menina que lê, Manuel Rivas

Alguns meses depois de aparecer em galego, também podemos desfrutar desta grande pequena história em espanhol. Conhecendo o gosto de Manuel Rivas por espremer o intra-histórico (e até o momento de ser tocado por sua caneta até mesmo anedoticamente), sabemos que estamos diante de uma daquelas tramas comprometidas e…

Continue lendo

Os 3 melhores livros do engenhoso Walter Scott

escritor-Walter-Scott

Houve um tempo em que a poesia prevalecia sobre a prosa. Walter Scott sonhava em ser um poeta engenhoso, mas se dedicou a conciliar a espera das musas líricas com a escrita de romances, tarefa pela qual finalmente teve que admitir que era mais ...

Continue lendo

O Arquiteto, de Melania G. Mazzucco

o arquiteto

A fascinante história de Plautilla Bricci, a primeira arquiteta moderna, na Roma do século XVII. Um dia, em 1624, um pai leva a filha à praia de Santa Severa para ver os restos de uma criatura quimérica, uma baleia encalhada. O pai, Giovanni Briccio, chamado de Briccio, …

Continue lendo

Ninguém sabe, de Tony Gratacós

Ninguém conhece novela

Os fatos mais estabelecidos no imaginário popular pendem do fio das crônicas oficiais. A história molda os meios de subsistência e as lendas nacionais; tudo colado sob o guarda-chuva do sentido patriótico da época. E, no entanto, todos podemos intuir que haverá coisas mais ou menos certas. Porque o épico é sempre...

Continue lendo

erro: Sem cópia